Curta Nossa Página do Facebook!

  • Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish Skype Me™! contador de visitas

    sábado, 7 de junho de 2014

    Diferença entre Paixão e Amor


    Diferença entre Paixão e Amor

    -Tema: NAMORO
    I Coríntios 13.4-13
    -Introdução: Existem diferenças entre paixão e amor. A paixão é mais física e o amor mais espiritual. Isso mesmo, espiritual porque “Deus é amor” (I João 4.8). A origem do Verdadeiro Amor vem de Deus, por isso é eterno como seu Criador. Muitos usam o fogo para ilustrar o amor, mas prefiro representá-lo com a água que traz frescor, sacia e gera a vida. O fogo é passageiro e tem poder destrutivo, comparado à paixão carnal.
    Em I Coríntios 13 o apóstolo Paulo diz o que não é amor e o como é o Verdadeiro Amor. Baseado neste texto, podemos fazer um paralelo entre Paixão e Amor.
    Qual diferença entre Paixão e Amor?
    Vamos refletir algumas diferenças entre ‘o que não é’ e ‘o que é’ um sentimento verdadeiro:



    1- O que não é: v.4b-6
    Primeiramente o apóstolo Paulo ensina o que ‘o amor não é’ com uma série de nãos a respeito. Baseado no que o amor não é podemos entender como é a paixão da carne:
    AMOR
    PAIXÃO
    não arde em ciúmes (v.4)
    Tem ciúme excessivo.
    não se ufana [se orgulha] (v.4)
    Orgulha-se e faz cobranças.
    não se ensoberbece (v.4)
    Sente-se superior ao outro.
    não se conduz inconvenientemente (v.5)
    Sem limites.
    não procura os seus interesses (v.5)
    Sentimento possessivo.
    não se exaspera [se irrita] (v.5)
    Incomoda com pequenas coisas
    não se ressente do mal (v.5)
    Magoa-se facilmente.
    não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade (v.6)
    Esconde a verdade com medo de ser descoberto.
    Quando a pessoa tem ciúmes exagerado ao ponto de se ‘arder’, faz cobranças, demonstra superioridade em relação ao companheiro, ultrapassa limites, trata o outro como propriedade, se incomoda com coisas pequenas, fica aborrecido por qualquer coisa e esconde a verdade, então o que sente não é amor e sim uma paixão da carne.
    O verdadeiro amor, embora tenha ciúme, é apenas para preservar a pessoa amada. Não faz exigências, mas se entrega. Não se sente maior que o outro. Sabe a hora certa de falar ou agir. Preocupa-se com as necessidades de quem ama. Releva coisas pequenas e procura esquecer-se de aborrecimentos. Principalmente, o amor verdadeiro, sempre fala a verdade, mesmo que esta seja dura.
    Sem Deus não existe o Verdadeiro Amor!

    2- O que é: v.4ª, 7, 8
    O texto também traz uma lista do ‘que é o amor’ e baseado nisso, também podemos refletir sobre a paixão:
    AMOR
    PAIXÃO
    é paciente (v.4)
    Impaciente
    é benigno (v.4)
    Vê maldade em tudo.
    tudo sofre (v.7)
    Não enfrenta o sofrimento.
    tudo crê (v.7)
    Baseia-se no que vê.
    tudo espera (v.7)
    Não sabe esperar o tempo certo.
    tudo suporta (v.7)
    Não aguenta pressão.
    jamais acaba (v.8)
    Termina com o tempo.
    Quando a pessoa é impaciente com seu parceiro, vê maldade em tudo o que o outro faz, não enfrenta o sofrimento, mas quer o prazer, baseia o que sente pelo que vê e não pelo que acredita, não sabe esperar o tempo certo, não suporta pressões e principalmente se terminar, então o que sente é paixão e não amor.
    O verdadeiro amor tem paciência com o outro, vê tudo com bons olhos, enfrenta as lutas sofrendo juntos, tem fé em Deus e acredita na pessoa amada, sabe esperar a hora certa, suporta dificuldades juntos e nunca acaba porque é imortal como o próprio Deus. Quem tem o amor verdadeiro sente que Deus está presente em sua relação.
    O Verdadeiro Amor vem de Deus!

    Amor é diferente de paixão!
    -CONCLUSÃO: I Coríntios 13.13 “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor”
    Todas as vezes que a palavra paixão é citada na Bíblia, principalmente no Novo Testamento, vem associada a outras palavras como carnal ou mundana, dando um sentido negativo à paixão (Veja: Romanos 1.26; 6.12; 7.5; Gálatas 5.24; 2 Timóteo 2.22; 3.6; Tito 2.12; 3.3; 1 Pedro 1.14; 2.11; 4.2; 2 Pedro 1.4; 2.10; 2.18; 3.3; Judas 1.16 e 18). Enquanto o Amor é enaltecido como mais nobre dos sentimentos.
    Quem conhece o Amor de Deus e sabe que existe um amor verdadeiro não quer perder tempo com paixões passageiras “para que, no tempo que vos resta na carne, já não vivais de acordo com as paixões dos homens, mas segundo a vontade de Deus” (I Pedro 4.2).
    O grande poema do amor em I Coríntios 13 nos traz lições para todas as áreas da vida, ensinando também sobre o amor entre homem e mulher. Além de tudo o que foi destacado, também percebemos no texto que o Verdadeiro Amor não se baseia apenas em palavras (v.1), não quer aparecer ou mostrar coisas difíceis (v.2), mas é capaz de sacrificar-se em prol do outro (v.3), é perfeito (v.10), maduro e não infantil (v.11).
    Deus quer que você se realize através do Verdadeiro Amor!


    0 comentários:

    Postar um comentário



     

    J.F.C Estudos Bíblicos Copyright © 2010 Premium Wordpress Themes | Website Templates | Blog Templates Designed by Lasantha